sábado, 17 de outubro de 2009

Passear nos jardins da Gulbenkian

É aqui ao lado mas fica esquecido durante meses. Hoje fui até lá – para andar, para curtir este sol de Outono-quente com um ventinho agradável, para respirar verde. Havia gente pequena brincando e gritando no anfiteatro, adolescentes conversando enquanto talvez desenhassem “à vista” para justificar uma aula que os professores acompanhavam à distância e conversando também. E outra gente crescida como eu .
Andei, sentei, parei nos sítios habituais : no riacho com cascata, no lago grande, no laguinho dos nenúfares, no território dos patos, frente às árvores mais altas,… Não há flores neste Outono, só frutos e aquelas bagas que lembram as de Natal e que mais tarde enchem o jardim . Foi bom.

2 comentários:

peonia disse...

Caminhar em espaços verdes dá saúde e repousa a alma...especialmente se fôr um lugar belo e cheio de magia como o Jardim da Gulbenkian!
Portanto, toda a caminhar!!!

Isa disse...

Que lindas fotos.
Abracinhos.
isa.