quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

SAUDADES DE ZECA AFONSO

Logo de manhã cedo, através da rádio, ouvi e cantarolei algumas canções do Zeca Afonso, numa espécie de tributo ao grande compositor, no dia em que passam vinte e quatro anos sobre a sua morte.
Que falta nos fazem a sua voz e os seus textos! Assim, não podíamos deixar de assinalar, também nós, a data e recordar dois belíssimos poemas em duas estupendas interpretações. Fica-se sempre mais rico, depois de escutar a sua voz límpida e de ouvir as suas palavras intemporais.


4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

A "Canção de Embalar" faz-me chorar!
Eu também coloquei a "Maria Faia" no FB e a "Senhora do Almortão" no blogue!
É preciso recordá-lo e passar a mensagem aos mais novos!

Abraço

goiaba disse...

Que bom teres lembrado! E como soube bem ouvi-lo de novo!

Isa disse...

Que bom ouvir o Zeca!
Nunca me canso!
Beijo.
isa.

peonia disse...

Passa depressa o tempo, porque já lá vão 24 anos desde a sua morte. Deixou-nos cedo demais, embora permaneça o seu legado poético e musical. E isso dificilmente será esquecido.