segunda-feira, 7 de maio de 2012

SER MAESTRO

Chegou-me este video no preciso momento em que acabara de iniciar um pequeno curso sobre a História da Música, Grandes Compositores e Intérpretes. A figura dos maestros sempre exerceu em mim muito fascínio. Conduzir uma orquestra, tantos músicos, tantos instrumentos, vozes e obras tão diferentes, com muita dinâmica, muitos gestos, muita concentração e muita teatralidade, com golpes de génio e de elegância sempre despertou muito a minha curiosidade.

Por isso apreciei a ironia e as palavras deste maestro no discurso de agradecimento por um prémio que ganhou. Encontrei nas palavras finais do maestro a verdadeira chave para este fascínio. Cabe, realmente, ao maestro a responsabilidade de interagir com os músicos e cantores de forma a realçar as intenções artísticas e técnicas, a harmonia das obras, o destacar, no momento exacto, este ou aquele acorde, pondo em evidência este ou aquele instrumento e tudo numa coreografia cuidada e num jogo mímico que os transcende. Deve ser altamente entusiasmante conduzir uma orquestra! E é para poucos fazê-lo de forma genial.

Apreciem a entrevista, vale a pena sentir o que fica para lá do riso e da ironia!

2 comentários:

isa disse...

Boa noite!Fiquei fascinada com o vídeo!MARAVILHOSO!
Beijo.
isa.

goiaba disse...

Gostei muito do video e também estou a gostar muito do curso. Finalmente estou a perceber uma data de coisas!
bjinho