quinta-feira, 13 de novembro de 2008

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA de TIMOR-LESTE

Por um acaso, li uma notícia que lembrava ter sido, a 12 de Novembro de 1991, o “Massacre de Santa Cruz”, em Dili. Já passaram 17 anos!

Todos nos lembramos da notícia : tropas indonésias dispararam sobre civis, durante o funeral de um jovem abatido por militares indonésios.
Foram as imagens corajosamente feitas no local e divulgadas por todo o Mundo que conduziram à mobilização geral na defesa do povo timorense.

Foi a vergonha de pactuar com um regime opressor, foi a pressão de tantos que se mobilizaram para não fazer esquecer o massacre, foi a luta persistente da resistência timorense, …, foi o petróleo? A verdade é que, depois do Referendo que decidiu pela independência ( em 1999) e da destruição que se seguiu, a 20 de Maio de 2002, Timor Leste tornou-se independente.

Em Dili, os que perderam a vida no cemitério de Santa Cruz ( cerca de 600, entre mortos e desaparecidos), foram recordados.

1 comentário:

Isa disse...

Ficou tão marcado,esse momento,na minha mente,k julgava k ñ passara tanto tempo.
Abracinho.
isa.