quarta-feira, 3 de agosto de 2011

No Zoo, com um olhar italiano

Voltei, no domingo passado ao Zoo de Lisboa, desta vez, na companhia de dois jovens amiguinhos italianos, de visita a Lisboa. Foi muito curioso ver o entusiasmo e o deslumbramento do Silvestro e do Ludovico perante tantas espécies diferentes e tão belos exemplares. Corriam de jaula em jaula para descobrirem os animais e encontrarem o melhor enquadramento para fotografar. E fizeram um sem número de fotos que logo me mostravam para partilhar a beleza da pose e a elegância ou a originalidade da espécie. Divertimo-nos imenso, suámos imenso e fizemos quilómetros rua abaixo rua acima pelo jardim.

O Jardim Zoológico tem uma das melhores colecções animais de todo o mundo, com mais de 2000 animais de 360 espécies diferentes.

Já há muito tempo que não o visitava com vagar e fiquei, mais uma vez, muito bem impressionada. São notórios os melhoramentos e espantosa a evolução a nível dos habitats, da informação científica sobre as diferentes espécies e dos patrocínios individuais ou institucionais que tanto têm ajudado a vida animal em cativeiro. De todos, como sempre, as girafas, os elefantes, os macacos e os koalas foram os que mais me entusiasmaram.




Andámos de teleférico e que bela visão se tem de todo o espaço e das zonas adjacentes ao Jardim, no exterior. Ainda há muito para fazer mas congratulo-me com tudo o que se pôde fazer até agora, sobretudo nestes últimos tempos.



Depois de visitar todas as espécies, com excepção do Reptilário, porque continuo a não sentir a mínima atracção por aquelas espécies, lá fomos ao inevitável show dos lobos marinhos e golfinhos. Deliciosos! Tão próximos dos humanos nas atitudes, na cumplicidade, nas emoções que deixam diariamente centenas de pessoas completamente rendidas, sorrindo e aplaudindo com entusiasmo.

Ficam algumas imagens para despertar a vontade de uma visita ao Zoo, neste verão. Para além das diferentes actividades que o espaço proporciona há ainda uma grande área de restauração e lazer, esplanadas e muitos bancos de jardim, um pequenino refúgio para momentos de calor e de tempo livre, bem acessível a nível de meios de transporte.

“Bello, stupendo, carino, divertente…” foi o que mais ouvi os meus amiguinhos dizerem, todo o dia – una giornata meravigliosa!

5 comentários:

Mar Lis Goiaba disse...

Tenho que lá voltar, não tenho aproveitado estes belos espaços por preguiça, pois tenho até a sorte de não precisar de transportes. Mas... quem sabe neste Agosto sem perspectivas de férias, sem graça, monotono...

goiaba disse...

Tenho mesmo de lá voltar! Vai ser um propósito muito sério. Vizinha do 5º andar : espera por mim, volto antes do fim do mês.
Mas vamos a pé ... !!

Rosa dos Ventos disse...

Há que séculos que lá não vou! :-((
Tenho que agendar uma visita!

Abraço

isa disse...

E que belo passeio proporcionaste
aos teus jovens amigos italianos!
Devem ter adorado.
Beijo.
isa.

ZIA disse...

Goiaba, fica combinado, mas eu também quero ir. As vizinhas do 1º,2º e 4º vão a pé... a do 5º vai de carro para não se cansar tanto e para nos trazer de volta que é o mais cansativo eheheh!!
Jinhos e boas férias!
ZIA