sábado, 11 de outubro de 2008

BALADA DO OUTONO

Não há dúvida, hoje cheira a Outono!
Arrumam-se as roupas de Verão até à próxima Primavera; regressa o conforto das lãs, o cheiro das lareiras e das queimadas, o pôr do sol alaranjado, perdendo-se rapidamente na linha do horizonte. Já se vêem as castanhas, as romãs e os marmelos nos seus tons outonais, harmonizando com os dourados das folhas das árvores.
O Outono traz sempre alguma nostalgia, lembranças, saudades…
Hoje lembramos Zeca Afonso e a canção Balada de Outono:

3 comentários:

goiaba disse...

Balada triste! Como o Outono, como este dia molengo ... Falta tanto tempo para voltar a ser Verão!

Rosa dos Ventos disse...

Obrigada por esta inesquecível balada do Zeca!

Abraço

Isa disse...

Zeca Afonso!Uma referência para a nossa geração.
Abraço.
isa.