quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Viagens ao passado -2-

Neste folhear dos Almanaques Bertrand, encontrei, na edição de 1913, a seguinte nota que até me arrepia …

“ Como se escreverá dentro de 300 anos?

Segundo refere um jornal estrangeiro, Prieto Rivera affirma que todas as línguas abandonarão um dia o alphabeto comum para adoptarem o systema ideógraphico dos chinezes, por ser o único meio radical de comprehensão entre todos os povos, da mesma forma que as mathematicas, a chimica, a physica, a astronomia e a música adoptaram uma só linguagem.
Tem-se falado muitas vezes da complicação da ideographia chineza; ora essa complicação é muito menor que a de qualquer alphabeto , visto todos os caracteres chinezes se formarem de dez elementos apenas.
Ainda sob o ponto de vista esthetico, acrescenta, a escripta chineza excede todos os alphabetos “
Não sei quem era o Sr. Prieto Rivera ( os Rivera eram falangistas espanhóis mas o Sr Prieto ? ) e felizmente não teve força para ser levada a sério a sua opinião. Nem sei se o que diz merece discussão. Só espero que,nesta fase expansionista chinesa, o Almanach Bertrand de 1913 e este blogue não cheguem aos ideólogos da China… ( Já pensaram que nestes próximos anos de crise económica se pouparia imenso em traduções ?!)

E já agora, uma das muitas “anedotas” que enchiam sobretudo os números mais antigos :

“ - Está-me pesando na consciência mandar à viscondessa esta carta anonyma.
- Mas ha remédio : põe-se-lhe uma assignatura falsa”


Aí está uma graça que hoje seria igual mas atribuída a uma loira…

1 comentário:

Isa disse...

Excelente texto!Há anos encontrei agendas e revistas antigas.Ñ sei delas :( Acham k guardámos algumas.
Uma delícia...
Abracinho.
isa.