sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Uma coisa boa …

“Mangos” de uma mangueira que cresce como Deus quer, na “fazenda” de uma amiga, no Funchal. Chegaram ontem. Comi logo três, com casca, como quando era pequena e os apanhava das árvores , em Luanda. Só que hoje lavei-os e em criança limpava-os ao bibe, tal como fazia com as goiabas … Depois também limpava ao bibe as mãos lambuzadas e ficava com marcas amarelas na cara e fios do fruto enfiados nos dentes . Quase sempre aparecia o “homem do saco”(1) e eu lá ia a correr para casa ouvir reprimendas da minha mãe.
Os “mangos” ou “manguitos” foram uma coisa boa deste dia.

(1) era o cozinheiro que se disfarçava para me assustar …

4 comentários:

ZIA disse...

Também os comi e...amei!! Tão doces e...tão bem cheirosos, ficou um óptimo perfume na minha sala!
«BEATA» (como dizem os italianos), amiga madeirense pelo seu mimo e foi bom ficar aqui registado o «acontecimento»
Abracinhos
ZIA

Isa disse...

É fruta cheirosa da Madeira...Bom gosto!!
Abraço.
isa

irene andrade disse...

Quem havia de dizer o sucesso que tiveram estes "pomos de ouro" !!!
Tornaram-se vedetas, anh ?!!! E que bonitos ficaram na fotografia !
Um luxo!!! Bem hajam as amigas que os provaram e promoveram !
Um abraço em TRIPLICADO ,isto é, para as três.

irene andrade disse...

Quem havia de dizer o sucesso que teriam estes"pomos de ouro"! Tornaram-se vedetas,anh?!!! E que bonitos ficaram na fotografia ! Um luxo!!!! Bem hajam as amigas que os provaram e promoveram. Abraço em "triplicado", isto é, para as três.