terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Um gato na cozinha

Resolvi aprender a cozinhar. Sou tão esquisito de paladares … pode ser que descubra alguma coisa de que goste.
Encontrei um lugar óptimo, frente ao fogão, conseguido graças à minha insistência. Eu explicava mas não entendiam que ali não era lugar para máquina de café e outras coisas que ocupam espaço. E eu ? Acabaram por perceber e agora tenho uma bela caixa ( com o que a minha dona quiser lá dentro – isso eu deixo!)

É preciso estar muito atento e mostrar que quero participar, observar, cheirar.
Claro que também me distraio com um barulhinho e umas luzes que devem servir para alguma coisa.

Estar atento, cansa. É preciso não exagerar.

Também gosto de ver os tachos mais de cima e por isso arranjei outros poisos agradáveis. Foi difícil explicar os meus objectivos nesta casa e levei tempo a mostrar que não quero objectos à vista. Mas consegui ! Ainda há uns pequenos detalhes … ficam para mais tarde.

Sempre que puder, isto é, sempre que não tiver sono nem me apetecer brincar, vou continuar a aprender a cozinhar – a minha dona é boazinha e se calhar até precisa de ajuda.

3 comentários:

Isa disse...

E k companhia!Às vezes os/as donas dos gatos demoram a compreender a necessidade...k eles sentem de "ocupar" espaços ditos de "pessoas"...
Parabéns,Amon.Conseguiste!!
Festinha para ti.
Abracinho para a tua dona.
isa.

Chat Gris disse...

Caixas, cestos, caixas, ai caixas, Amon...como te percebo!

GatosMania disse...

Gostei mesmo deste post !
Os gatos são mesmo animais de hábitos e de lugares favoritos...
Passa-se o mesmo com a minha gata e com a outra que já tive.
AMEI!!!
Beijos e Festinhas
GatosManias