sexta-feira, 15 de agosto de 2008

A 4ª mãozinha …


Resolvi premiar a minha dona porque ela passou a deixar-me a sala aberta durante a noite. É que prefiro brincar durante a noite e tinha o espaço muito limitado. A verdade é que eu já deitei ao chão, quase tudo e ela já guardou o restante, portanto fiquei com “a casa toda para mim”.
Bem, como é que resolvi agradecer-lhe?



Comecei a beber água de uma grande tigela azul que ela se lembrou de comprar (fica muito pesada e eu não a consigo virar …). Como tenho uma dona atenta, reparou que, nas visitas ao “jardim” da vizinha do 5º andar, eu gostava de beber a água de um regador azul, estreito e alto – muito bom para derrubar mas elas não deixavam. Azul por azul, fiz-lhe a vontade. Agora ela dorme e sai descansada, sem precisar de deixar a torneira a pingar, sempre com remorsos porque há aquelas recomendações da “Quercus” para poupar água e fechar bem as torneiras.
Também ganhei uma outra tigela azul, para brincar e dormir. Adoro andar “em guerras” dentro dela, com sementes de avelã e caroços de pêssegos …
Vida de gato até que é uma boa vida!




2 comentários:

Isa disse...

Já tinha saudades do "meu" Amon.
Que rica dona k tens.E tdo azul...
Pois...ela já entendeu k tu tb.
mandas, nos teus gostos,no teu espaço. Olha,atenção,ñ vá ela aborrecer-se. Uma festinha,Amon.
isa

Rosa dos Ventos disse...

E eu que o diga com três gatas aqui no apartamento e um gato na vivenda para onde voltarei daqui a uns tempos!
São uns amores!!! :-))

Abraço