segunda-feira, 11 de agosto de 2008

FÉRIAS


Não, essas férias de ir sem destino até onde apetecer – nunca tive quem tivesse esse gosto para me acompanhar …
Não, essas férias planeadas que nos levam de avião a locais desejados e escolhidos - não posso levar o gato …
Bem, como tenho de conviver com o possível (e não posso nem devo queixar-me), vou aqui para bem perto - mas há mar, verde, pôr-do-sol diante do olho … (e às vezes nevoeiro de manhã!). Praia, livros, voltinhas pela vila, falta de tempo para arrumar uma casa que espera há anos que “haja tempo”. O AMON passa a ter varanda mas só com trela para não se despenhar, pode dar umas voltinhas no jardim de todos mas sempre com trela … Computador não há, televisão vê-se muito pouco. Primeiro, estranho e quero vir-me embora, depois, “entranho” e quero ficar mais tempo.
Até à volta.
Goiaba

2 comentários:

Fevereiro disse...

Que sejam umas óptimas férias!
Abracinho.

Isa disse...

Vou sentir a falta,mas fico mto contente.Bom ar,boa praia,boa leitura,k o Amon se adapte,pq.será ele a estranhar mais...Até à volta!
Bjo.
isa.