quinta-feira, 11 de setembro de 2008

AQUI ESTOU EU!




Apetece-me desabafar e dizer que estou em crise. Só queria correr pelas ruas atrás das folhas secas, enfiar o focinho na erva, caçar insectos, cheirar o vento.

À falta de melhor corro em casa atrás de tudo quanto me dão e também do que
vou buscar. São sementes de avelã e caroços de pêssegos, castanhas, caixas de ovos, frasquinhos e outras coisitas redondas, porta-lápis que despejo, … E há os “ratos” que eu adoro fazer rodopiar, chutar e marcar golo numa qualquer “baliza” que os engole. Também descobri que é bom dar-lhes banho na minha tigela azul e vê-los boiar. Depois é engraçado salpicar a casa e ver como me dão atenção … Eu sei que são mais de 30 os ratos que por aí andam perdidos mas lá se vão encontrando alguns e eu suspeito que há uma pequena reserva em lugar escondido. Adoro dar patadas nos brinquedos, fazer barulho, rolar sobre eles, procurá-los no meio de muitos obstáculos … as vassouras e os tapetes da casa de banho são óptimos locais, os sacos deixados num qualquer cantinho são um achado.
De dia ainda vou dormindo ou dormitando, acompanho as limpezas, mordisco uma perna ou outra, mas de noite … A média luz, o escuro, dá-me ganas para correr e brincar. Até porque, de noite, não vale a pena miar até me levarem um pouco à rua porque, naquelas posições enroladas de quem dorme, já sei que não vou sair. Às vezes não resisto e mordo um nariz ou uma bochecha e depois aproveito e faço uma “guerra”: salto e mordo com todas as minhas forças e não gosto nada de não encontrar carninha mole – acabo quase sempre mordendo o lençol. E é que me faz cá uma sede! Pela madrugada dá-me um grande sono e adoro a almofada de onde posso ver o nascer do sol.
Esta crise faz-me fome e se não fosse o “racionamento” a que me sujeitam já tinha engordado muito.
A minha dona é muito atenta mas bem gostaria que desse mais atenção ao meu miar junto à porta da rua!
Acho que a crise vai passar. Depois conto.







3 comentários:

Isa disse...

Então era a "crise" k ñ te deixava visitar as amigas,Amon! Ñ fiques triste,pq. tds entendemos essas coisas...Estás cada vez mais lindo,esperto e crescido.As fotos mostram bem.Festinhas para ti.Abraço à tua dona.
isa.

Rosa dos Ventos disse...

Por aqui há crises no feminino!
Esta semana uma linda taça de cerâmica , segundo o conceito da nossa dona,ficou feita em cacos!
Enquanto a dona ralhava, o dono ria, por isso estivemos escondidas pouco tempo!

Abraço

Isa disse...

Sabes,Amon,qdo venho a este blog,vou ver as tuas brincadeiras,de novo.Sério!E tu acabas por saber k é verdade,pq.deixo uma festinha...
Claro,nós somos assim!!Ñ sei se será apenas no blog ou se terei amigo,qdo nos virmos...Abraço à tua dona.
isa.