quarta-feira, 17 de setembro de 2008

“Esconder a cabeça como a avestruz”

Difama-se a avestruz …
Na verdade, a avestruz não se esconde diante do perigo. Quando enterra a cabeça na areia está só a escavar o ninho para nele pôr os ovos.
Quando se sente ameaçada, pode baixar o pescoço e colocá-lo junto ao chão mas isso é só uma atitude expectante. Se achar que é de fugir pode fazê-lo a 70 Hm/h.
Já as pessoas, quando não querem enfrentar problemas, “enterram mesmo a cabeça na areia” ou “assobiam para o lado” – fogem, mas não sabem correr.

( SUPERinteressante, Set.2008)

2 comentários:

Isa disse...

Ñ sabia a razão. Obrigada pq fui acusada, durante mto tempo de fazer como a avestruz...Tirou-me um sentimento de culpa de cima dos ombros :) :)
Abraço.
isa.

Rosa dos Ventos disse...

Olha que alguns têm muito jeito para "pôr o rabinho entre as pernas e dar às de Vila Diogo"! :-))

Abraço